Sudão diz que 13 mil refugiados sul-sudaneses chegaram ao país só neste mês

Cartum, 27 fev (EFE).- Pelo menos 13 mil refugiados do Sudão do Sul chegaram ao estado de Cordofão do Sul neste mês, informou o chefe da Comissão Governamental de Ajuda Humanitária do Sudão, Ahmed Mohammed Adam, nesta segunda-feira.

Adam disse que os refugiados chegam à fronteira em más condições e sofrem de "inanição". Segundo ele, a expectativa é de que mais sul-sudaneses entrem no seu país, por conta à crise de fome vivida no país vizinho. Em janeiro, mais de 15 mil cidadãos do Sudão do Sul fizeram o mesmo caminho.

Na semana passada, várias agências da Organização das Nações Unidas (ONU) alertaram que 100 mil pessoas sofrem de fome e 1 milhão está prestes a entrar neste estado em vários lugares do Sudão do Sul devido à guerra e ao colapso da economia.

O conflito começou em dezembro de 2013, quando o presidente Salva Kiir, da etnia dinka, denunciou uma tentativa de golpe de Estado por parte de seu vice-presidente Riek Machar, da tribo nuer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos