Apenas um permanece detido por ataque em Londres

Londres, 25 mar (EFE).- Um homem de 58 anos é o único que continua detido por envolvimento no atentado da quarta-feira em Londres, depois que um homem de 27 anos e uma mulher de 39 foram soltos neste sábado sem acusações, informou a Polícia.

Com esta medida, das 11 pessoas presas desde o atentado contra o parlamento, só o homem de 58 anos, cuja identidade não foi revelada, segue sob custódia. Ao todo, cinco pessoas, entre elas o autor da ação, morreram e 50 ficaram feridas no ataque feito na Ponte de Westminster e na frente da sede do parlamento.

O agressor, Khalid Masood, atropelou pedestres na Ponte de Westminster antes de continuar o ataque perante o parlamento, onde esfaqueou até a morte o policial Keith Palmer. Quando já atacava outro oficial, Masood foi abatido por agentes armados.

Dos feridos, 14 permanecem internados, dois deles em estado crítico e outro com ferimentos graves, segundo a Polícia.

O autor do atentado de Londres, cujo nome de batismo era Adrian Russell Ajao, era um britânico de 52 anos, nascido no condado de Kent, no sudeste da Inglaterra. Ele tinha antecedentes criminais por agressão e posse de armas, mas não por terrorismo.

A Polícia tenta agora estabelecer se ele agiu sozinho, inspirado na propaganda terrorista ou se teve o incentivo de outras pessoas. EFE

vg/cdr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos