Casaco de pele de funcionária do Titanic é leiloado por R$ 605 mil

Em Londres

  • Divulgação

Um casaco de pele usado por uma funcionária do navio Titanic foi vendido neste sábado em um leilão na Inglaterra por 150 mil libras, o equivalente a R$ 605 mil, quase o dobro do preço estimado, informou a casa Henry Aldridge & Son, em Devizes, no sul da Inglaterra.

Com um preço inicial de 80 mil libras (cerca de R$ 322.60), ele pertenceu a assistente Mabel Bennett e foi usado na noite da tragédia - 14 de abril de 1912 - por cima de um vestido. Com o acréscimo de impostos e honorários da empresa, o comprador, que preferiu manter saeu nome em sigilo, pagará um total de 181 mil libras ou exatos R$ 730.045.

Mais de 1.500 pessoas morreram no naufrágio do Titanic, que saiu do Porto de Southampton, na Inglaterra, em 10 de abril de 1912, rumo a Nova York, nos Estados Unidos.

Mabel Bennet, que viveu até os 96 anos, trabalhava na primeira classe do transatlântico e usou o casaco também na viagem do White Star Line, o navio que levou os sobreviventes do acidente de volta ao Reino Unido. Nos anos 60, ela deu a roupa de presente a uma sobrinha. Na mesma década, a peça foi ligeiramente alterada para ganhar um ar mais contemporâneo.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos