Forças iraquianas pretendem concluir ofensiva de Mossul em maio

Mossul (Iraque), 30 abr (EFE).- As forças iraquianas anunciaram neste domingo que pretendem concluir sua ofensiva contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em seu fortificação de Mossul, no norte do país, antes do final de maio.

O chefe do Estado-Maior da Defesa do Iraque, o marechal Uzman al Ganmi, anunciou em um comunicado que a batalha concluirá em um prazo máximo de "três semanas", antes do início do Ramadã, o mês sagrado para os muçulmanos, que começa em 27 de maio.

Al Ganmi afirmou que a fase final das operações será lançada depois da mobilização de mais tropas, sem apresentar mais detalhes.

Na semana passada, o comando da ofensiva afirmou que os terroristas ainda controlam cerca de 15% do território da metade oeste de Mosul, para além do centro histórico, uma área pequena, mas densamente povoada e onde os terroristas têm se fortalecido.

Devido ao estancamento das operações no centro de Mossul e aos últimos atentados do EI nessa região, o comando da polícia iraquiana afirmou que tem novos planos para entrar nas áreas ainda controladas pelos terroristas, segundo um comunicado desta corporação.

A milícia governamental Multidão Popular, liderada por xiitas, que até agora concentrou suas operações nas comarcas ao oeste de Mossul, também pretende participar na fase final da ofensiva na cidade.

A ofensiva em Mossul e na província da Ninawa se prolonga desde outubro do ano passado, o que causou milhares de mortes e obrigou cerca de 400.000 pessoas a fugir de suas casas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos