Homem é detido por morte de adolescente em protesto na Venezuela

Caracas, 25 mai (EFE).- O Ministério Público da Venezuela informou nesta quarta-feira que uma pessoa foi detida por sua suposta responsabilidade na morte de um adolescente de 14 anos no estado de Lara, no oeste do país, durante uma manifestação ocorrida no último dia 11 de abril.

Em um comunicado, o MP venezuelano afirmou que "apresentará nas próximas horas, perante um tribunal de controle do estado de Lara, Héctor Yohan Zapata Felice (29) por ser o suposto responsável" pela morte do adolescente "quando desenvolvia-se uma manifestação na urbanização Alí Primera da paróquia El Cují de Barquisimeto", capital de Lara.

Segundo a investigação da procuradoria, "várias pessoas estavam se manifestando na mencionada urbanização, quando se apresentou uma situação irregular após a qual o jovem ficou ferido pelo impacto de um projétil".

O organismo indicou que Zapata Felice foi detido hoje por funcionários do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc) nos arredores da urbanização, "em razão de uma ordem de apreensão solicitada pelo Ministério Público".

A Venezuela enfrenta manifestações a favor e contra o governo há quase dois meses, algumas das quais degeneraram em incidentes violentos que deixaram 55 mortos, segundo cifras divulgadas hoje pelo Ministério Público.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos