Polícia da Indonésia examina local de atentado em Jacarta que matou 3 pessoas

Jacarta, 25 mai (EFE).- A polícia da Indonésia examina, nesta quinta-feira, a área do terminal de ônibus de Kampung Melayu, em Jacarta, onde na noite de quarta aconteceu um duplo ataque por terroristas suicidas, que matou três policiais e deixou dez feridos.

O local permanece isolado, onde dezenas de policiais e peritos continuam recolhendo provas sobre o atentado dirigido contra o pessoal de segurança do terminal.

O chefe de Relações Públicas da Polícia Nacional, Setyo Wasisto, afirmou que as duas explosões aconteceram com um intervalo de cinco minutos, por volta das 21h (horário local, 11h de Brasília).

As bombas, que estavam dentro de panelas de pressão, provocaram pânico entre dezenas de pessoas que estavam no local.

Vários dos feridos foram levados para o Hospital Premier Jatinegara, perto do local do atentado, o último de uma série de ataques ocorridos no país.

Em fevereiro, o mesmo método foi utilizado em Bandung, por um terrorista que foi morto em um tiroteio com a polícia e que seria relacionado com o Estado Islâmico.

Em janeiro do ano passado, oito morreram pessoas, incluído os quatro terroristas, responsáveis por um ataque com bombas e armas de fogo em um shopping de Jacarta, ação que foi reivindicada pelo Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos