Mulher é detida na Bolívia por vender seu bebê por menos de R$ 1 mil

La Paz, 26 mai (EFE).- A polícia da Bolívia deteve nesta sexta-feira uma mãe que vendeu seu bebê de seis meses por uma quantia equivalente a US$ 287 (cerca de R$ 935) e também prendeu a compradora, segundo informou o procurador departamental de La Paz, Edwin Blanco.

O procurador disse que a mãe alegou pobreza para vender a menina, mas ela e a mulher que comprou a bebê "de má fé" foram indiciadas pelo delito de tráfico de pessoas e serão submetidas à competência de um juiz de medidas cautelares.

Após ser resgatada, a menina passou para a jurisdição da Defensoria da Infância de La Paz, que a internou em um lar do Estado.

O procurador também explicou que a compradora assegurou que queria ter a menina para criá-la e protegê-la, mas com o pagamento efetuado à mãe se produziu o delito de tráfico que acarreta a prisão.

Blanco ressaltou ainda que para outorgar a guarda de um menor a outra pessoa é necessário apresentar o caso perante um juizado do menor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos