"Defenderemos a civilização cristã", diz Polônia após partida de Trump

Varsóvia, 6 jul (EFE).- O ministro de Defesa da Polônia, Antoni Macierewicz, destacou nesta quinta-feira que a mensagem do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante sua visita a Varsóvia é um reconhecimento aos valores da civilização cristã e ocidental, à qual "iremos defender todos lado a lado".

O político polaco se referiu às palavras do governante dos EUA em seu discurso de hoje na praça Krasinski de Varsóvia, onde, entre outras coisas, Trump sublinhou o vínculo de americanos e europeus com Deus, palavras que "não tínhamos escutado há décadas na vida pública", disse Macierewicz.

O polaco elogiou a mensagem de Trump, já que "captura a essência da civilização cristã e ocidental", à qual "deu ao mundo as maiores obras do ser humano e que hoje demonstrou, mais uma vez, que é um valor conjunto que é preciso defender".

Macierewicz insistiu que a visita de Trump é um reconhecimento "com o povo polaco, que se sacrificou tanto para voltar a se reinventar como o coração e a alma da Europa".

Durante sua viagem a Varsóvia, Trump falou de temas comuns entre sua administração e o conservador Governo polaco, com reivindicações à soberania nacional e à liberdade individual, bem como Deus, tradição e família, e exigiu do Ocidente "vontade" para sobreviver frente a quem ameaça sua existência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos