Ex de Madonna é condenado por selfie "roubada" com Jean-Marie Le Pen

Paris, 10 jul (EFE).- O Tribunal de Apelação de Paris confirmou a condenação ditada contra o dançarino francês Brahim Zaibat, ex-namorado da cantora Madonna, por ter tirado uma selfie "roubada" com o fundador do partido Frente Nacional (FN), Jean-Marie Le Pen, informou a imprensa francesa nesta segunda-feira.

No dia 12 de dezembro de 2015, Zaibat, que atualmente tem 32 anos, publicou nas redes sociais uma foto tirada dentro de um avião na qual o patriarca do família Le Pen aparecia dormindo. A foto foi feita na véspera do segundo turno das eleições regionais francesas.

De acordo com a condenação, ditada no dia 7 de julho, deverá pagar três mil euros a Le Pen como indenização.

"É normal ser fotografado dormindo em um avião? A Justiça decidirá. É a minha vida privada e quero me proteger deste tipo de comportamento. Essa foto chegou a mim porque foi multiplicada na internet por mil, dez mil, cem mil vezes. Aí está o problema", afirmou o político em janeiro de 2016.

O presidente de honra do FN foi fotografado dormindo com a boca aberta, e para o Tribunal de Apelação, Zaibat incorreu em uma afronta contra a intimidade da vida privada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos