Explosão de motos da polícia deixa 7 agentes feridos em Caracas

(Atualiza com número de feridos no incidente).

Caracas, 30 jul (EFE).- Sete agentes ficaram ferido após a explosão de duas motos da Polícia Nacional Bolivariana (PNB) nas imediações de um protesto contra as eleições realizadas neste domingo para escolher a Assembleia Nacional Constituinte convocada pelo presidente Nicolás Maduro.

A informação foi confirmada, através do Twitter, pela Promotoria da Venezuela. Outras duas motos acabaram incendiadas, em ação que está sendo investigada pelas autoridades locais.

Ainda não se sabe o que provocou a explosão, presenciada pela equipe da Agencia Efe, na Plaza Altamira, próximo a uma fileira de policiais motorizados. O incidente provocou tumulto entre as centenas de pessoas que se concentravam a poucos metros para protestar contra a votação.

Os demais agentes que integravam a comitiva da polícia - que desde o início do dia reprime concentrações contra a Constituinte - desceram das motos para auxiliar seus colegas e dispararam balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo para manter longe os jornalistas, que também foram agredidos.

Minutos depois, parte dos manifestantes - jovens mascarados para se proteger das bombas - entraram em confronto com os policiais.

Pelo menos duas pessoas morreram neste domingo na Venezuela nos protestos contra as eleições da Assembleia Nacional Constituinte, convocada pelo presidente Nicolás Maduro sem submetê-la a referendo prévio e que conta com a rejeição da oposição e de boa parte da comunidade internacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos