PUBLICIDADE
Topo

Forças iraquianas matam 94 jihadistas na fronteira com a Síria

30/08/2017 15h35

Bagdá, 30 ago (EFE).- Bombardeios da aviação iraquiana mataram pelo menos 94 integrantes do grupo Estado Islâmico na cidade de Al-Qa'im, situada no oeste do Iraque e na fronteira com a Síria, uma das últimas regiões ainda sob controle dos jihadistas no país, informou uma fonte militar.

O Ministério do Interior iraquiano ordenou, sob a supervisão dos serviços de inteligência, uma operação militar que foi realizada na terça-feira "contra alvos e posições do EI na cidade de Al-Qa'im, coordenada com o Comando das Operações Conjuntas".

A operação teve como alvo seis posições nessa região de fronteira, na qual foram mortos 94 terroristas do EI, entre eles dois membros de destaque que procediam de Abu Kamal, na Síria e próxima à fronteira com o Iraque.

Os líderes do EI foram identificados como Zafer Ibrahim al Raui, apelidado Abu Ayman, um dos responsáveis de segurança do grupo, e Minla Hashem Farahat, ex-líder do distrito de Tal Afar (noroeste do país) e "próximo ao criminoso (Abu Bakr) Al Baghdadi", líder do grupo jihadista, também dado por morto em várias ocasiões.

Este anúncio ocorre no mesmo dia em que as milícias pró-governo Multidão Popular informaram a liberdade "total" de al-Ayadia, um dos últimos redutos do EI em Tal Afar.