Bósnia exuma 28 corpos na região onde forças de Mladic atuaram

Sarajevo, 27 nov (EFE).- Os restos mortais de 28 pessoas foram exumados de duas valas comuns na cidade de Jelovac Cesma, uma das áreas onde atuaram as forças do chefe militar sérvio-bósnio Ratko Mladic, sentenciado à prisão perpétua na semana passada por crimes cometidos durante a guerra de 1992-1995.

Segundo a porta-voz do Instituto para as Pessoas Desaparecidas, Lejla Cengic, se trata de duas valas comuns situadas a 15 metros uma da outra em Jelovac Cesma, perto de Vlasenica, informou a agência de notícias bósnia "Fena". Acredita-se que em Vlasenica mais de 3 mil civis muçulmanos foram assassinados, mas ainda não se sabe o paradeiro dos restos mortais de quase a metade deles, segundo a imprensa.

A exumação, que terminou hoje, foi coordenada pelo Ministério Público da Bósnia e os restos mortais foram levados ao Centro Memorial de Tuzla, para análise e identificação. Lejla informou que nesta mesma região foram encontrados dois locais onde acredita-se que também existam valas comuns.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos