PUBLICIDADE
Topo

Na Índia, Ivanka Trump incentiva importância do empreendedorismo feminino

28/11/2017 13h49

Nova Délhi, 28 nov (EFE).- Ivanka Trump, filha e assessora do presidente americano, Donald Trump, promoveu nesta terça-feira a importância da mulher empreendedora como chave nos desenvolvimentos econômico e social durante a Cúpula Global de Empreendimento (GES), na cidade de Hyderabad, no sul da Índia.

"Alimentar o crescimento dos negócios dirigidos por mulheres não é apenas bom para a sociedade, mas também para a nossa economia", defendeu Ivanka, que participou de um ato com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi.

A filha governante americano, que lidera a delegação dos Estados Unidos enviada ao evento, afirmou que se a Índia conseguir diminuir pela metade a brecha entre homens e mulheres no mundo dos negócios a economia indiana poderia crescer mais de US$ 150 bilhões nos próximos três anos.

Para um público de 1.500 empreendedores, sendo que pela primeira vez na história da cúpula a maioria dos participantes era do sexo feminino, Trump destacou o "efeito multiplicador único" das empresárias, muito mais abertas a contratar outras mulheres e a reinvestir o dinheiro em suas famílias e comunidades.

"O progresso da humanidade está incompleto sem o poder das mulheres", afirmou

Segundo ela, metade da população ainda enfrenta muitos problemas na hora de entrar no mundo corporativo e, por isso, é necessário garantir acesso a financiamento e leis igualitárias. Além disso, Ivanka disse que muitas se tornam empreendedoras por pura "necessidade", ao se deparar com a falta de flexibilidade no trabalho para conciliar a vida familiar ou por não conseguir uma opção "justa" de promoção.

"Como ex-empreendedora, empregadora e executiva numa indústria dominada por homem, vi muitas vezes que as mulheres têm que fazer mais do que os homens para provar o seu trabalho, enquanto cuidam de forma desproporcional da família em casa", defendeu.

Num aceno ao país anfitrião, Trump aplaudiu as "extraordinárias" conquistas de Modi.

"Como disse o presidente Trump este ano, a Índia tem na Casa Branca um amigo de verdade", afirmou a líder da delegação americana no início do evento, que terá duração de dois dias.

Nesse período, ela participará de painéis sobre empreendedorismo feminino.