Rússia rejeita aumentar as sanções contra Coreia do Norte

Moscou, 30 nov (EFE).- A Rússia avisou, nesta quinta-feira, que rejeita aumentar as sanções contra a Coreia do Norte como resposta ao pedido dos Estados Unidos para que a comunidade internacional corte relações com Pyongyang pelos testes armamentísticos realizados pelo país asiático.

"Nossa atitude frente a isto (apelo dos EUA) é negativa. Em mais de uma ocasião enfatizamos que a pressão por meio de sanções é uma via praticamente esgotada", disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, em Minsk, capital da Bielorrússia.

Ele acrescentou que as resoluções da ONU com sanções contra a Coreia do Norte contêm a demanda para retomar o processo de negociação, uma "exigência da qual a parte americana ignora".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos