Furacão Maria reduz drasticamente dunas das praias de Porto Rico

San Juan, 22 jan (EFE).- Cerca de 90% das praias visitadas por um grupo de professores e estudantes da Universidade de Porto Rico perderam suas dunas de areia após a passagem do furacão Maria.

O estudo "Estado do Litoral de Porto Rico" foi elaborado por um grupo de pesquisadores que faz parte da Rede de Praias de Porto Rico e do Caribe, comandada pela geóloga marinha Maritza Barreto Orta.

"O propósito das visitas, além de ver os danos, era definir como era novo estado das praias a partir do furacão Maria. Isso com o objetivo de entender o efeito dos eventos extremos, neste caso um furacão de categoria quase 5, sobre o litoral", explicou Orta.

A especialista destacou que a pesquisa ajudou a observar como o acelerado impacto da erosão produzida pelo furacão reduziu a capacidade dessas praias de "amortecer" os efeitos de novos eventos climáticos futuros.

A conclusão é que as áreas mais afetadas foram a sudeste, a norte-central e a noroeste de Porto Rico.

"Em termos gerais, posso dizer que o que mais encontramos foram praias reduzidas. Toda a região sudeste, por onde passou o centro do furacão, houve redução da extensão das praias, destruição da infraestrutura e da vegetação", afirmou.

Orta explicou que as áreas afetadas são as mesmas que já tinham apresentado erosão em outro estudo feito pelo grupo em 2016.

"À medida que a areia se perde, a praia vai perdendo a capacidade de absorver e amortecer os próximos eventos", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos