Estado Islâmico reivindica ataque contra Save the Children no Afeganistão

Cairo, 24 jan (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta quarta-feira o ataque contra a sede da organização não-governamental Save the Children na cidade Jalalabad, no leste do Afeganistão, no qual morreu pelo menos um civil e outros 14 ficaram feridos.

Uma mensagem divulgada no Telegram pela agência "Amaq", vinculada aos jihadistas, indicou que a "operação de martírio" tinha como alvo duas instituições estrangeiras, "uma britânica e uma sueca", e um órgão governamental afegão.

O ataque foi perpetrado por quatro terroristas suicidas, um deles com um carro-bomba que explodiu na entrada do edifício da ONG, segundo a mensagem da "Amaq", que não ofereceu mais detalhes e cuja autenticidade não pôde ser confirmada.

O EI reivindicou vários ataques no Afeganistão nos últimos meses. EFE

sr/cs

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos