Preso que ameaçou Obama pega mais 4 anos de prisão por ameaçar Trump

Um homem condenado a cinco anos de prisão por ameaçar o então presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de morte, em 2011, foi condenado a mais quatro anos de prisão por ter escrito ameaças de morte a Donald Trump, informou a imprensa americana nesta quarta-feira (24).

Richard Jeremy Ware, 42 e natural de Ocala, cidade no norte da Flórida, escreveu uma carta em março do ano passado revelando a intenção de "assassinar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump", quando fosse solto este ano.

"Te garanto que é sério", escreveu ele, que assinou a carta duas vezes, segundo o jornal "Ocala Star Banner".

Ware foi declarado em novembro passado culpado de ameaçar Trump de morte. Segundo o jornal, agentes penitenciários interceptaram a carta e depois ele admitiu ter escrito o texto.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos