Polícia entra em sede do líder opositor russo Navalni

Moscou, 28 jan (EFE).- A polícia da Rússia entrou neste domingo na sede do Fundo de Luta contra a Corrupção, dirigido pelo opositor Alexei Navalni, para interromper a retransmissão ao vivo via internet dos protestos que eram realizados por toda a Rússia para pedir aos cidadãos que boicotem as eleições presidenciais de 18 de março.

Os dois jornalistas que comandavam o programa no canal de YouTube "Navalni Live" transmitiram ao vivo a entrada da Polícia, que aconteceu pouco antes da manifestação convocada pelo líder opositor no centro de Moscou, apesar de sua proibição por parte das autoridades locais.

As forças da ordem argumentaram a sua entrada com um aviso de bomba no prédio, como pode ser visto na retransmissão.

A Polícia deteve vários colaboradores de Navalni que estavam na sede do Fundo e os levou para uma delegacia, ao mesmo tempo que evacuou as demais pessoas que encontravam-se no edifício, segundo revelou o canal opositor "Dozhd".

O próprio Navalni escreveu no Twitter que não está detido, como informaram arradamente alguns meios, e que tem intenção de ir à rua Tverskaya para participar no protesto convocado a partir das 14h (9h em Brasília).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos