Coreia do Norte cancela ato conjunto com Seul e culpa imprensa sul-coreana

Seul, 30 jan (EFE).- A Coreia do Norte cancelou um dos atos conjuntos que tinha acordado celebrar com a Coreia do Sul após as suas históricas reuniões deste mês, e culpou a mídia sul-coreana pela motivação de sua decisão por publicar informações "parciais" sobre Pyongyang.

A decisão de suspender este ato, convocado no âmbito dos acordos para que a Coreia do Norte participe dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, foi anunciada no final da noite de segunda-feira, por um fax enviado às autoridades de Seul, confirmou hoje à Agência Efe, uma porta-voz do Ministério da Unificação sul-coreano.

No fax, Pyongyang cancela a realização de um evento cultural conjunto previsto para o próximo domingo, no norte-coreano Monte Kumgang, e acusa a mídia sul-coreana de informar de maneira "parcial" sobre a festa e sobre um "evento interno" do regime, em referência ao desfile militar que a Coreia do Norte prepara para o dia 8 de fevereiro.

A imprensa sul-coreana vem analisando imagens de satélite por semanas, que mostram ensaios para um grande desfile militar previsto para o dia anterior a abertura dos Jogos de Inverno, onde as duas Coreias concordaram em desfilar juntas pela primeira vez em mais de uma década.

Os líderes sul-coreanos mais conservadores criticam o desfile como uma provocação, depois que Seul estendeu as mãos para que a Coreia do Norte participe dos Jogos e que a Coreia do Sul e Estados Unidos suspendessem suas manobras militares para rebaixar a tensão na península.

Por outro lado, vários meios sul-coreanos sublinharam ontem uma aparente falta de recursos energéticos do regime norte-coreano - afetado pelas sanções - que complicou a realização do ato no Monte Kumgang.

"É muito lamentável que um evento acordado pelas duas partes não seja realizado devido à notificação unilateral da Coreia do Norte", afirmou o Ministério da Unificação da Coreia do Sul, através de um comunicado após conhecer a decisão.

"O acordo deve ser implementado sob um espírito de mútuo respeito e entendimento, uma vez que a Coreia do Sul e a Coreia do Norte deram um difícil primeiro passo para melhorar relações", acrescenta.

A celebração de Kumgang e outra série de eventos acordados junto da participação norte-coreana nos Jogos que serão realizados no condado sul-coreano de PyeongChang, a partir do dia 9 de fevereiro, em conversas históricas realizadas no início do mês entre os dois países, que tecnicamente estão em guerra desde a década de 1950.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos