Israel fechará Cisjordânia e Gaza por 4 dias devido à festa do Purim

Jerusalém, 26 fev (EFE).- Israel fechará todas as passagens com a Faixa de Gaza e o território ocupado da Cisjordânia por ocasião da celebração da festa do Purim, conhecida popularmente como o carnaval judaico.

"As Forças de Defesa de Israel imporão um fechamento geral na Judeia e Samaria (nomes pelos quais em Israel se conhece a Cisjordânia) durante a festividade de Purim e fechará as passagens com a Faixa de Gaza", informou nesta segunda-feira a rádio estatal israelense "Kan Radio".

O fechamento começará à meia-noite de amanhã, 27 de fevereiro e se prolongará até a meia-noite do sábado, 3 de março, informou a emissora.

As autoridades israelenses, que controlam todas as fronteiras dos territórios palestinos exceto o cruzamento de Gaza com o Egito, permitirão apenas a entrada e saída de pessoas em casos excepcionais, como por motivos humanitários ou médicos.

Também se costuma permitir nestes casos a passagem de diplomatas, representantes da ONU, funcionários de ONGs e jornalistas.

Durante a festa de Purim, crianças, jovens e adultos se disfarçam e festejam a vitória sobre o governante aquemênida Hamã, que tentou matar os judeus na antiga Pérsia, segundo relata o Livro de Ester, que nestes dias é lido nas sinagogas.

O fechamento das passagens com os territórios palestinos não era algo habitual nesta data até há três anos atrás, mas é uma medida que o Exército costuma impor durante as festas judaicas mais importantes como a Páscoa (Pessach), o Ano Novo (Rosh Hashaná) e o dia mais sagrado para o judaísmo, o Dia do Perdão ou Yom Kipur.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos