PUBLICIDADE
Topo

Internacional

República Tcheca critica Rússia por acusação de ligação com caso do ex-espião

21/03/2018 13h42

Praga, 20 mar (EFE).- O Ministério de Relações Exteriores da República Tcheca disse nesta quarta-feira que as afirmações da Rússia sobre um possível envolvimento do país no desenvolvimento do agente nervoso "Novichok", usado contra o ex-espião Sergei Skripal do Reino Unido, são "ofensivas" e "sem nenhum fundamento".

"São afirmações ofensivas e sem nenhum fundamento, totalmente contrárias ao interesse de ambos os lados em uma cooperação mútua", afirmou o órgão em comunicado depois de uma reunião do chanceler tcheco, Martin Stropnicky, com o embaixador russo em Praga.

"Lamentamos que a Rússia não leve em consideração o alto preço e o grande prejuízo que essas declarações causam às relações bilaterais", acrescentou a nota do governo da República Tcheca.

Segundo o governo do Reino Unido, Skripal e sua filha, Yulia, foram envenenados no dia 4 de março em Salisbury, no sul da Inglaterra, com o agente tóxico "Novichok".

A República Tcheca lamentou que a Rússia tente envolver o país no caso, afirmando que trabalha com "substâncias que atuam como antídoto para se proteger dessas armas químicas".

A nota publicada pelo Ministério de Relações Exteriores afirma que o embaixador russo em Praga disse que o Kremlin não acusou a República Tcheca de ser responsável pelo ataque, apenas mostrou que o país tem capacidade para fabricar esse tipo de arma.

Internacional