PUBLICIDADE
Topo

Índia inicia contagem de rinocerontes de um só chifre

26/03/2018 10h33

Nova Délhi, 26 mar (EFE).- As autoridades indianas começaram nesta segunda-feira a contar os rinocerontes de um só chifre do Parque Nacional de Kaziranga (nordeste), o local com a maior concentração desta espécie do mundo, com a esperança de que o número tenha aumentado ou ficado estável nos últimos três anos.

"O último censo foi realizado em 2015, quando havia 2.401 rinocerontes de um só chifre (...) Desta vez estamos contando hoje e amanhã, e depois de amanhã teremos o número", explicou à Agência Efe o oficial regional de Florestas para Kaziranga, Rohini Saika.

A fonte se mostrou convencida de que provavelmente o número de grandes rinocerontes indianos, nativos do subcontinente e concentrados atualmente principalmente no nordeste da Índia, Nepal, Butão e Paquistão, tenha aumentado ou se manteve estável desde a última apuração.

Nos trabalhos participam 180 pessoas e 40 elefantes, que ajudam a transportar os trabalhadores durante o censo neste parque situado no remoto estado de Assam.

Os rinocerontes, de cor cinza e com um número consideravelmente reduzida, habitam em pradarias e florestas aos pés do Himalaia e podem correr por curtos períodos de tempo a uma velocidade de 40 quilômetros por hora, além de serem excelente nadadores.

Com um peso que pode alcançar 2 toneladas, uma altura de até 1,8 metros e um chifre que às vezes cresce até 45 centímetros, se concentram principalmente no Parque Nacional de Kaziranga e no Parque Nacional de Chitwan, no Nepal, segundo dados do espaço natural indiano.