Dono do grupo Dassault Aviation e do jornal "Le Figaro" morre na França

Paris, 28 mai (EFE).- O ex-senador e empresário Serge Dassault, presidente do grupo Dassault Aviation, responsável pela construção dos caças Mirage e Rafale, e proprietário do jornal "Le Figaro" morreu nesta segunda-feira, em Paris, aos 93 anos.

Equipes de emergência foram chamadas na sede da empresa na manhã de hoje para atender o empresário, que tinha sofrido um ataque cardíaco, mas não conseguiram salvá-lo, segundo a emissora "BFMTV".

Filho de Marcel Dassault, fundador da empresa, Serge destacou, além disso, por sua passagem pela política, tendo sido prefeito de Corbeil-Essones, nos arredores de Paris, por 13 anos.

Pelas mãos do partido conservador Os Republicanos foi eleito senador pelo departamento de Essone, em 2004, reeleito em 2011, mas desistiu de disputar um terceiro mandato em 2017.

Na época, Serge foi condenado a pagar 2 milhões de euros esconder da Receita possuir contas no exterior por 15 anos. A Justiça também determinou que ele não ocupasse cargos públicos por cinco anos.

Segundo a revista "Forbes", a fortuna de Dassault é de 18,3 bilhões de euros, o que o coloca como o quarto mais rico do país.

Em 2004, Serge comprou o grupo Socpresse, do "Le Figaro" e outras revistas e jornais. Aos poucos, o empresário vendeu parte das publicações e manteve apenas o jornal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos