PUBLICIDADE
Topo

Islamita radical russo que preparava atentado é detido na Alemanha

22/08/2018 12h57

(Acrescenta informações).

Berlim, 22 ago (EFE).- As autoridades da Alemanha detiveram nesta quarta-feira em Berlim o cidadão russo Magomed-Ali C. pela suposta preparação de um ato violento contra o Estado e um crime com explosivos, informou a Promotoria Federal.

A detenção do islamita radical, como foi denominado pela Promotoria, aconteceu depois da emissão de uma ordem de um juiz instrutor o Supremo Tribunal e contou com a participação de agentes do Escritório Federal e Investigação Criminal (BKA).

O detido, de 31 anos, é suspeito de preparar um atentado e um ato com explosivos em cooperação com Clément B., que está detido na França, acrescentou a Promotoria.

Fontes da Promotoria informaram aos veículos de imprensa que este suposto cúmplice estava entre os contatos registrados no telefone celular de Anis Amri, o tunisiano que em dezembro de 2016 invadiu com um caminhão roubado em um mercado natalino em Berlim e matou 11 pessoas.

Tanto Clément B. como Magomed-Ali C. frequentaram a mesma mesquita radical de Berlim que Amri, embora não haja indícios de envolvimento no ataque cometido pelo tunisiano nem certeza de que chegaram a se encontrar nesse templo, fechado após o atentado do mercado de rua.

Os agentes encontraram no domicílio do detido em Berlim várias armas, assim como três quilogramas de peróxido de acetona (TATP), que aparentemente os dois suspeitos tinham fabricado na França no começo de 2017.

Clément B. foi detido na França em 18 de abril de 2017 em Marselha (sudeste) como suspeito de preparar um ataque com explosivos nesse país.

A Promotoria alemã indicou que desconhece quando ou onde pretendia cometer o atentado, que tinha como objetivo "matar uma grande quantidade de pessoas e deixar feridos".