PUBLICIDADE
Topo

Palestino é morto em confronto com Exército israelense na Cisjordânia

24/10/2018 04h33

Jerusalém, 24 out (EFE).- Um palestino morreu em confrontos com soldados israelenses, nesta quarta-feira, cidade de Tamun, na Cisjordânia, informou a agência de notícias palestinas "Wafa", enquanto o Exército relatou uma operação ocorrida nesta região que terminou com 16 detidos.

O homem morto foi identificado como Mohammed Saad Bisharat, de 21 anos, e recebeu um disparo no peito, segundo a agência, enquanto que uma rádio israelense afirmou que ele foi levado para um hospital onde morreu pouco depois.

Outros 10 palestinos ficaram feridos durante os distúrbios, acrescentou a agência palestina.

Segundo um comunicado do Exército israelense, suas tropas realizaram em Tamun uma busca por armas ilegais antes do amanhecer e cerca de 50 palestinos jogaram pedras e material pirotécnico quando entraram na cidade.

Em resposta, os soldados responderam com tiros, assim como com gás lacrimogêneo, informou o Exército.

Durante a operação 16 pessoas foram detidas como suspeitas de estarem envolvidas em "atividades terroristas, terrorismo popular e protestos violentos" e foram interrogadas, segundo o Exército, que confiscou duas armas "improvisadas".