PUBLICIDADE
Topo

Nova York reforça segurança após detectar pacote suspeito para Robert De Niro

25/10/2018 11h47

Nova York, 25 out (EFE).- Nova York amanheceu nesta quinta-feira com um aumento da presença policial e militar em áreas importantes da cidade, como a estação Grand Central e prédios famosos como o Rockefeller Center, em um dia no qual a Polícia detectou um novo artefato suspeito, dirigido ao ator Robert de Niro.

Segundo fontes policiais citadas pela imprensa local, o pacote enviado a um restaurante que pertence ao ator no bairro nova-iorquino de Tribeca é de caraterísticas similares às bombas caseiras postadas para a emissora "CNN" e para Barack Obama, Hillary Clinton, George Soros e outras personalidades do meio democrata dos Estados Unidos.

Um oficial da Polícia disse ao jornal "The New York Times" que o envelope e a etiqueta com o endereço impresso no pacote enviado a De Niro eram similares às dos outros pacotes e um raio X mostrou que continha um dispositivo como as outras bombas caseiras.

O serviço postal dos EUA registra imagens das correspondências que chegam ao seu sistema e os funcionários estão analisando-as desde ontem à noite para encontrar outros pacotes suspeitos, por isso mais artefatos podem ser detectados nas próximas horas.

A equipe de segurança da empresa de De Niro descobriu o pacote no início da manhã de hoje e chamou a Polícia, que recolheu o artefato e o levou à delegacia no bairro do Bronx para sua eliminação.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, já disse ontem, após os diversos pacotes detectados, que iria reforçar a segurança na cidade, o que ocorreu de forma ostensiva hoje pela manhã.

Esta situação levou a Polícia de Nova York a pedir desculpas pelos inconvenientes através das redes sociais.