PUBLICIDADE
Topo

Universidades em Santiago são evacuadas após aviso de bomba

26/10/2018 13h49

Santiago (Chile), 26 out (EFE).- Cerca de 6 mil pessoas, entre funcionários, estudantes e professores, foram retiradas na manhã desta sexta-feira de duas universidades na zona leste de Santiago após um aviso de bomba.

A Universidade do Desenvolvimento (UDD) e a DUOC UC, situadas na mesma região da comuna de Los Condes, foram evacuadas pela Polícia.

Além disso, chegaram até o local equipes do Grupo de Operações Policiais Especiais (Gope) para confirmar se o aviso de bomba é real ou foi um alarme falso.

Em todo caso, todas as pessoas que estavam nos edifícios próximos foram retiradas e a Polícia estabeleceu um perímetro de segurança até que a situação seja verificada.

O aviso de bomba aconteceu em pleno horário letivo, e ainda não se sabe quando as aulas serão retomadas.

O comandante do Gope, Juan Estay, informou que o caso pode se tratar de um alarme falso, mas que não descarta a possibilidade de ter sido um aviso real até que as instalações sejam inspecionadas, segundo informou a rádio "Cooperativa".

Além disso, Estay confirmou que não há novidades sobre o procedimento em andamento e que não se sabe mais detalhes sobre o aviso e a investigação.

Diversos alunos das universidades publicaram no Twitter fotografias e vídeos da evacuação nos quais se observa como as pessoas deixavam os edifícios.

Na mesma rede social, a Universidade dos Andes (UANDES), situada perto da (UDD), informou que no seu caso não houve nenhum aviso e que as aulas continuam com normalidade nesta sexta-feira.

"Por causa do aviso de bomba que a UDD e a DUOC UC receberam hoje, informamos à nossa comunidade que a UANDES não foi alertada. As atividades de hoje transcorrem normalmente", publicou a instituição.