PUBLICIDADE
Topo

Casa Branca classifica reforma penitenciária como "vitória" de Trump

19/12/2018 14h55

Washington, 19 dez (EFE).- A Casa Branca comemorou nesta quarta-feira a aprovação de uma grande reforma penitenciária na última noite, no Senado, o que classificou como uma "vitória" do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

"Outra histórica vitória para o presidente Donald Trump. Foram dois anos produtivos. Imagine tudo o que poderíamos conseguir nos próximos anos se, como na justiça criminal, os democratas gastassem mais tempo trabalhando com o Partido Republicano para construir os EUA e menos tempo demolindo o presidente", disse a porta-voz presidencial, Sarah Sanders.

Trump já havia garantido em novembro que apoiaria uma reforma neste âmbito. As palavras de Sarah Sanders chegam horas após o Senado aprovar por 87 votos a favor e 12 contra uma relevante modificação da política penitenciária atual que implicou um aumento da população carcerária.

O próprio Trump elogiou a votação do Senado, que ainda precisa ser ratificada pela Câmara dos Representantes.

"Isto manterá as nossas comunidades mais seguras e dará esperança e uma segunda oportunidade a quem for beneficiado", argumentou o presidente, que também destacou a economia que esta reforma gerará nos cofres públicos.

Batizada como "Lei do Primeiro Passo", a medida tem o objetivo de reduzir o número de presos nos EUA, modificar as regulações de sentenças e incluir um mínimo obrigatório para as penas que afetam criminosos não violentos em relação às drogas.

Além disso, a nova regra inclui medidas para favorecer a reinserção na sociedade de presos de baixo risco. Uma lei similar foi apresentada durante o governo do ex-presidente Barack Obama, que não obteve apoio necessário.

Segundo a imprensa local, os EUA têm a maior população carcerária do mundo, com cerca de 2,2 milhões de presos - segundo dados de 2016 -, 25% do total global. EFE