PUBLICIDADE
Topo

Vietnã concede nacionalidade a 139 apátridas, membros de minoria étnica

21/12/2018 09h07

Ho Chi Minh (Vietnã), 21 dez (EFE).- O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) felicitou nesta sexta-feira o Governo do Vietnã por ter concedido nacionalidade a 139 apátridas, uma condição que afeta dez milhões de pessoas no mundo todo.

"Este é um grande passo para ajudar essas pessoas a obter direitos e o estado legal que necessitam", disse James Lynch, representante regional para o Sudeste Asiático do Acnur, em comunicado de imprensa.

Alguns dos 139 sujeitos que receberam a nacionalidade vietnamita levavam até 20 anos como "imigrantes ilegais".

O Acnur afirmou que o grupo faz parte de 1.804 apátridas, membros de minorias étnicas que vivem nas províncias centrais de Ha Tinh, Quang Binh e Quang Tri, que receberão a nacionalidade nos próximos seis meses.

O Vietnã tem 29.522 pessoas consideradas apátridas ou de nacionalidade indeterminada, condição que as impede de ter acesso aos sistemas de educação, saúde e trabalho. EFE