PUBLICIDADE
Topo

Internacional

López Obrador não descarta abrir mesa de negociação sobre Venezuela no México

26/02/2019 13h41

Cidade do México, 26 fev (EFE).- O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, não descartou nesta terça-feira realizar uma mesa de diálogo sobre a Venezuela no México, se for o desejo das partes, na qual seriam convidados tanto o papa Francisco como diplomatas de renome mundial.

"Se as partes nos pedirem, o México sempre estará em condições de ajudar na realização de um diálogo. Para conseguir a paz em qualquer nação, as portas do nosso território estão abertas para que dialoguem", disse López Obrador em entrevista coletiva na manhã de hoje.

O presidente mexicano explicou que, caso essa mesa de diálogo seja confirmada, seriam convidados, no papel de "intermediários", diplomatas de "prestígio mundial", as Nações Unidas e o Uruguai, país que tem uma postura parecida com a do México diante da crise venezuelana.

"Inclusive até o papa Francisco (poderia ser mediador), pois já fez isso", disse López Obrador, que lembrou que o pontífice interveio em assuntos sobre Cuba e no processo de pacificação da Colômbia.

López Obrador também defendeu a liberdade de expressão, após a equipe de jornalistas da emissora de televisão "Univisión" ter sido retida em Caracas.

"Somos partidários da liberdade de expressão e do respeito que deve haver para o exercício livre do jornalismo no México e no mundo. É o que posso assinalar", disse o presidente e líder do Movimento Regeneração Nacional (Morena). EFE

Internacional