PUBLICIDADE
Topo

Ciclone deixa 15 mortos e afeta mais de 103 mil pessoas em Moçambique

13/03/2019 11h16

Nairóbi, 13 mar (EFE).- Pelo menos 15 pessoas morreram e mais de 103 mil foram afetadas por uma tempestade tropical no centro de Moçambique causada pelo ciclone Idai, que deve tocar terra nesta quinta-feira, informou nesta quarta-feira o Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

O Instituto Nacional de Meteorologia de Moçambique (INAM) alertou no domingo sobre a formação de uma tempestade no canal que separa este país da ilha de Madagascar e que provocou fortes chuvas e ventos nas províncias centrais de Zambézia, Tete e Niassa.

Aos mortos, se somam um total de 103.169 afetados e 17.095 deslocados em centros de passagem destas regiões.

A tempestade deve chegar em forma de ciclone tropical nesta quinta-feira pela tarde ao litoral moçambicano na altura de Sofala (centro), com ventos de entre 188 e 220 quilômetros por hora.

As autoridades locais alertaram que há 160 mil pessoas em risco em zonas próximas.

As inundações também destruíram mais de 80 mil hectares de cultivo de quase 55 mil pequenos agricultores. EFE