Topo

Bush homenageia ex-presidente sul-coreano Roh ao lado de milhares de pessoas

2019-05-23T09:03:00

23/05/2019 09h03

Seul, 23 mai (EFE).- O ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush participou nesta quinta-feira de uma cerimônia em homenagem ao ex-presidente sul-coreano Roh Moo-hyun no 10° aniversário de sua morte, realizada em Gimhae, cidade natal do ex-líder do país.

O ato foi transmitido pela televisão local e, de acordo com a Fundação que administra o legado de Roh, presidente entre 2003 e 2008, aproximadamente 17 mil pessoas compareceram em Gimhae para prestar homenagem a ele.

Durante a cerimônia, Bush elogiou a figura do homem que exerceu o poder na Coreia do Sul durante seu segundo mandato.

Bush, que se dedica à pintura depois de se aposentar da política, presenteou a fundação com um retrato de Roh.

"Pintei um homem compassivo e amável. Pintei um homem que respeitava os direitos fundamentais de todos os cidadãos e hoje rezo para que sua visão dos direitos humanos na Coreia se estenda para o norte através da fronteira", disse Bush em discurso.

Roh comoveu o país quando em 23 de maio de 2009 se jogou de um penhasco localizado perto de sua casa em um momento em que as autoridades estavam investigando parentes que participaram de tramas corruptas durante seu mandato.

O ex-presidente começou a carreira como advogado de direitos humanos e durante seu mandato, tratou de perpetuar a aproximação com a Coreia do Norte iniciada por seu predecessor no cargo, o também liberal Kim Dae-jung.

Roh é considerado o mentor político do atual presidente, Moon Jae-in, que não compareceu hoje ao ato, no qual esteve presente a primeira-dama, Kim Jung-sook.

O escritório presidencial não explicou o motivo da ausência de Moon, embora o presidente, cujo mandato termina em 2021, deu a entender em discurso em Gimhae há dois anos que não retornaria ao túmulo de seu conselheiro e amigo até que cumprisse sua "missão como presidente". EFE

Mais Internacional