PUBLICIDADE
Topo

Moscou chama acusações em relatório britânico de "Russofobia"

21/07/2020 20h29

Moscou, 21 jul (EFE).- O Ministério das Relações Exteriores da Rússia chamou de "Russofobia russa esculpida com falsidades" o relatório divulgado nesta terça-feira pela Comissão de Inteligência e Segurança do Parlamento Britânico, que investiga a suposta interferência russa na democracia britânica.

"Não há notícias. É russofobia esculpida com falsidade", disse a porta-voz da diplomacia russa Maria Zakharova, ao comentar o relatório, que observa que a Rússia percebe o Reino Unido como um dos seus "principais alvos" no Ocidente.

O documento considera que o Reino Unido foi alvo do governo russo por causa de sua estreita relação com os Estados Unidos e porque a Rússia o vê como um "elemento central no 'lobby' anti-russo ocidental".

"A Rússia nunca interveio nos processos eleitorais de nenhum país: nem nos Estados Unidos, nem no Reino Unido, nem em nenhum outro país", disse hoje o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, pouco antes do chamado "Relatório da Rússia" ser publicado.

Ele ressaltou que a Rússia não age dessa maneira, acrescentando: "Também não toleramos que outros países tentem interferir em nossos assuntos políticos".

"Mesmo que o relatório contenha algumas acusações, posso apostar que eles não têm base e que são, novamente, acusações gratuitas", acrescentou Peskov.