PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
2 meses

China doa ao Egito 300 mil doses de vacina contra Covid-19

23/02/2021 22h53

Cairo, 23 fev (EFE).- A ministra da Saúde do Egito, Hala Zayed, anunciou nesta terça-feira que seu país recebeu 300 mil doses da vacina chinesa Sinopharm como um "presente" do país asiático, logo após começar a fornecer as primeiras vacinas daquela empresa farmacêutica aos profissionais da saúde egípcios.

O carregamento chegou hoje ao Aeroporto Internacional do Cairo, onde foi recebido pelo subsecretário e porta-voz do Ministério da Saúde, Khaled Mujahid, e pelo embaixador chinês no Egito, Liao Li Zhang, segundo nota do Ministério da Saúde.

Muyahid afirmou que este carregamento faz parte "do reforço dos meios de cooperação entre os dois países amigos no combate ao coronavírus", salientando que o Egito "é o primeiro país africano" a vacinar os profissionais de saúde contra a Covid-19.

O Egito iniciou sua campanha com as vacinas Sinopharm no final de janeiro e deverá estender para idosos e pessoas com doenças crônicas nas próximas semanas, embora atingir os seus 100 milhões de habitantes não seja uma tarefa fácil.

O país árabe mais populoso recebeu em dezembro o primeiro lote de 50 mil doses da vacina Sinopharm, doada pelos Emirados Árabes Unidos, e a mesma quantidade da vacina da farmacêutica AstraZeneca em janeiro. A autoridade egípcia EDA aprovou o uso emergencial de ambas as vacinas no mês passado.

Além disso, está programado para receber milhões de vacinas sob o Fundo de Acesso Global para Vacinas Covid-19 (Covax).

O Egito ultrapassou recentemente a marca de 10 mil mortes por Covid-19 e registrou oficialmente mais de 179 mil casos da doença, embora as próprias autoridades tenham admitido que os números oficiais provavelmente não refletem a realidade da pandemia no país. EFE

ar-ijm/phg

(foto)