PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Cidade do México reduz nível de alerta para "risco médio" de contágio

07/05/2021 20h24

Cidade do México, 7 mai (EFE).- A cidade do México reduziu nesta sexta-feira o nível de alerta pela pandemia de covid-19 e anunciou a reabertura e ampliação de público de várias atividades, informaram autoridades da capital.

"Desde o início da pandemia, a Cidade do México entra (pela primeira vez) na faixa amarela, de acordo com os indicadores da Secretaria de Saúde do Governo do México", disse a prefeita da capital, Claudia Sheinbaum, em entrevista coletiva.

O indicador epidemiológico passou de laranja (risco alto) para amerelo (risco médio), motivo pelo qual serão ampliadas progressivamente algumas atividades, como eventos em lugares fechados e festas infantis. A ampliação de atividades será escalonada e ocorrerá entre os dias 10 e 24 de maio.

A partir da próxima segunda-feira, os bancos poderão operar sem nenhuma restrição de horário, os comércios poderão funcionar com 40% da capacidade, assim como as salas de cinema, e também serão permitidas convenções em hotéis com um máximo de 50 pessoas, ou nome metros quadrados por pessoa.

Em 12 de maio, os esportivos, como partidas de futebol e beisebol, passarão a ser permitidos ao ar livre, desde que com um máximo de 25% da capacidade total. Cassinos e parques de diversão terão o horário de funcionamento ampliado até as 22h.

No dia 17 de maio, já será possível realizar eventos de entretenimento e peças de teatro em espaços fechados. Recintos com capacidade de até 1.500 pessoas poderão operar com 30% do limite. Caso a capacidade supere as 1.500 pessoas, só poderão entrar 500, no máximo.

Por último, a partir de 24 de maio serão permitidas festas infantis até as 22h, com um máximo de 50 pessoas, ou pelo menos nove metros quadrados por pessoa, e sem dança.

No mesmo dia, passará a ser permitida a abertura de salas de exposições com um máximo de 30% da capacidade, ou mínimo de nove metros quadrados por pessoa.

IMPORTÂNCIA DE MANTER A TENDÊNCIA.

Sheinbaum lembrou que "é muito importante que todas estas atividades tenham um filtro sanitário, com o uso de máscaras e todas as medidas".

A prefeita insistiu para que a população continue tomando cuidado e, diante de qualquer sintoma, compareça aos locais habilitados na cidade para a realização de testes de covid-19 gratuitos.

O México já contabilizou 2,36 milhões de casos de covid-19, entre eles 218.173 mortos em decorrência da doença, sendo o quarto país do mundo em números absolutos de óbitos, atrás de Estados Unidos, Brasil e Índia.

De acordo com o último relatório divulgado, a Cidade do México acumula 644.697 contágios confirmados e 42.178 mortes.