PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA autorizam vacina da Pfizer para maiores de 12 anos

11/05/2021 02h03

Washington, 10 mai (EFE).- A Food and Drug Administration (FDA), agência dos Estados Unidos similar à Anvisa, concedeu nesta segunda-feira a autorização para o uso emergencial da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Pfizer para maiores de 12 anos.

Dessa forma, a FDA atualizou a permissão dada à Pfizer em dezembro do ano passado, quando somente autorizou o imunizante para maiores de 16 anos.

"A ampliação da autorização para uso emergencial da vacina contra a covid-19 de Pfizer-BioNTech é uma medida significativa na luta contra a pandemia", afirmou a comissária da FDA, Janet Woodcock, em comunicado.

A comissária declarou também que "pais e responsáveis podem estar seguros de que a agência realizou uma análise rigorosa e exaustiva de todos os dados disponíveis" antes de tomar a decisão de autorizar a vacina para adolescentes.

Na semana passada, o Canadá se tornou o primeiro país do mundo a autorizar a vacina da Pfizer para maiores de 12 anos, após a farmacêutica ter anunciado o final de março uma eficácia de 100% em um estudo com 2.260 indivíduos dessa faixa etária.

A vacina da Pfizer era a únca das três autorizadas pela FDA nos EUA (as outras são as de Moderna e Johnson & Johnson) que estava disponível para adolescentes de 16 e 17 anos.

Segundo dados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), mais de 2,4 milhões desses adolescentes no país receberam ao menos uma dose da vacina da Pfizer até hoje.

A Pfizer também iniciou ensaios clínicos da vacina em crianças com idades entre seis meses e 11 anos. Segundo especialistas, a imunização de crianças, que representam cerca de 20% da população dos EUA, é essencial para encerrar a pandemia, e é pouco provável que o país alcance a imunidade coletiva sem a vacinação infantil.

Até o momento, 152,8 milhões de pessoas (46% da população) receberam ao menos uma dose de vacina contra a covid-19 nos Estados Unidos.