Giro UOL traz os destaques da noite desta terça, 30/08, para você; ouça

Do UOL, em São Paulo

Caçada a Lula

O PT encara o impeachment de Dilma Rousseff como o penúltimo capítulo de uma saga que pode terminar com a condenação e até mesmo a prisão do ex-presidente Lula.

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, integrantes do partido acreditam que, com a saída de Dilma, vai começar uma "caçada final" a Lula, para impedir que ele concorra à Presidência em 2018.

Leia mais

 

'História deverá desculpas'
 
José Eduardo Cardozo, advogado de Dilma Rousseff, disse que a História deverá pedir desculpas à presidente, caso ela tenha o mandato cassado no processo de impeachment.
 
Cardozo também disse que não existem provas de que Dilma tenha feito 'qualquer coisa que não fosse dentro da ética'. Cardozo também pediu que aqueles favoráveis ao impeachment não 'enxovalhem' a honra da petista.
 
Leia mais

 

Bens bloqueados
 
O Tribunal de Contas da União bloqueou bens do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli e do ex-diretor de Serviços da estatal Renato Duque. Também foram bloqueados os bens de empresas de executivos do Grupo Odebrecht e da empreiteira OAS.
 
A medida deixou disponíveis R$ 2,1 bilhões para ressarcir eventuais prejuízos causados pelo esquema de corrupção na Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. A ordem foi incluída no inquérito da operação Lava Jato.
 
Leia mais



Mercado financeiro
 
A Bolsa fechou praticamente estável, com leve queda de 0,06%, com 58.575,42 pontos. Ainda assim, Bovespa acumula valorização de 2,21% no mês e de 35,12% no ano.
 
No mercado de câmbio, o dólar subiu 0,24%, cotado em R$ 3,24, depois de ter caído 1,21% na véspera.
 
Leia mais



Reforma trabalhista

A equipe do presidente em exercício, Michel Temer, prepara uma reforma trabalhista que prevê a criação de duas novas modalidades de contrato de trabalho: o parcial e o intermitente.
 
A medida atenderia a um pedido de empresas para reduzir custos, mas especialistas acreditam que isso poderia aumentar a informalidade e o desemprego.
 
A reforma trabalhista vai ser uma das prioridades do eventual novo governo, ao lado da reforma previdenciária, caso de o impeachment de Dilma Rousseff seja aprovado no Senado.
 
Leia mais



Desemprego sobe
 
O desemprego no país atingiu, em média, 11,6% da população no trimestre de maio a julho, e o número de desempregados no Brasil chegou a 11,8 milhões de pessoas.

O resultado subiu em relação ao registrado no trimestre anterior. De fevereiro a abril deste ano, o total de desempregados era de 11,4 milhões.  Os dados foram divulgados pelo IBGE.
 
Leia mais



Sem pedaladas

As contas do governo federal tiveram saldo negativo de R$ 18,6 bilhões em julho. Isso representa um aumento de 140% em relação ao deficit do mesmo mês do ano passado, já descontada a inflação do período.

No mês passado, o Tesouro Nacional fez o pagamento semestral de subsídios para os bancos públicos no valor de R$ 9,2 bilhões. Desde o início do ano, o governo adotou a regra de fazer dois pagamentos ao ano para acabar com as chamadas "pedaladas fiscais".

Leia mais



De olho no prazo do abono

Acaba amanhã o prazo para sacar os R$ 880 de abono salarial referente a 2014. Mais de 1 milhão de pessoas ainda não foram atrás do benefício, de acordo com o Ministério do Trabalho.

Depois do fim do prazo, os recursos voltam para o Fundo de Amparo ao Trabalhador, e quem não sacou perde o direito ao dinheiro. O governo já prorrogou o prazo uma vez e não deve ser estendido novamente.

Leia mais



Apple multada
 
A Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia, aplicou uma multa de 13 bilhões de euros (R$ 47 bilhões) à Apple.
 
A comissão considera que a empresa americana de tecnologia recebeu incentivos fiscais ilegais para pagar menos impostos ao governo irlandês do que outras firmas.
 
A investigação levou três anos, e a decisão pode tensionar ainda mais as discussões entre União Europeia e EUA sobre a regulação de impostos.
 
Leia mais


 
 
Atrás das grades

Mark David Chapman, o assassino do beatle John Lennon, teve a liberdade condicional negada pela nona vez.
O homem, de 61 anos, foi condenado à prisão perpétua em 1981 e cumpre pena em Nova York, nos EUA.

Lennon estaria com 75 anos hoje, se não tivesse sido morto a tiros por Chapman em 8 de dezembro de 1980.

Leia mais



'Bye, bye', Brasil
 
O nadador americano Ryan Lochte disse que não vai voltar ao Brasil para prestar mais esclarecimentos à Justiça. Ele é acusado de mentir sobre ter sofrido um assalto no Rio de Janeiro, durante a Olimpíada.
 
O atleta foi indiciado por 'falsa comunicação de crime'. O Ministério Público quer convocar o nadador para novo depoimento no Brasil sobre o episódio. Mesmo se Lochte não retornar ao país para depor, ele pode ser julgado à revelia, ou seja, sem estar presente.

Leia mais
 
 
Nomes de peso

Depois do Metallica, novos nomes surgem como possíveis convidados para o Lollapalooza Brasil no ano que vem.

The Weeknd, Duran Duran, The Strokes e The XX são bandas que podem estar na próxima edição do festival.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos