Carne Fraca: Escuta pega preso e Temer sob pressão; o que você precisa ler

*Acompanhe, todos os dias, pelo Facebook Messenger, as matérias mais lidas do UOL Notícias.

Em escuta, diretor da BRF fala de bactéria, propina e exportação vetada

Interceptações telefônicas feitas pela Polícia Federal na Operação Carne Fraca mostram que um dos diretores presos da BRF, gigante nacional do ramo alvo da investigação, estava preocupado com a contaminação por bactéria salmonella na unidade de Mineiros (GO). Segundo as interceptações feitas com autorização da Justiça, André Luis Baldissera comenta com outro funcionário da companhia que a contaminação teria potencial para suspender as exportações da fábrica para sempre. MAIS LIDAS

Empresários dizem a Temer que ele deveria cobrar mea culpa da PF sobre coletiva da Carne Fraca

A preocupação com o impacto que a queda nas exportações de carne pode ter na economia dominou o jantar que Michel Temer teve, nesta quinta (23), com alguns dos maiores empresários do país. O presidente disse que tem feito tudo o que está ao seu alcance para minimizar as restrições à mercadoria nacional, mas foi cobrado a ser mais enfático. Disseram a ele que é preciso pedir um mea culpa público da Polícia Federal sobre a coletiva que apresentou a Operação Carne Fraca ao mundo. LEIA MAIS

Estudante de Direito é atropelado e morre em frente a universidade no Rio

Um aluno do primeiro ano do curso de Direito da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica) morreu após ser atropelado por um ônibus, na zona sul da cidade, no final da tarde desta sexta-feira. LEIA MAIS

Papelão, ácido cancerígeno, exagero da PF: você entendeu a Carne Fraca?

A divulgação da operação Carne Fraca pela Polícia Federal, na última sexta-feira (17), deixou muitos consumidores com dúvidas sobre a qualidade dos alimentos e os riscos à saúde. LEIA MAIS

Ministra do STJ autoriza prisão domiciliar para Adriana Ancelmo

A ministra Maria Thereza de Assis Moura do STJ (Superior Tribunal de Justiça) autorizou na noite desta sexta-feira (24) conceder prisão domiciliar para Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. Presa desde dezembro do ano passado em Bangu 8, a ex-primeira-dama do Estado é ré por organização criminosa e lavagem de dinheiro. LEIA MAIS

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos