Igreja não deve temer mudança, diz papa

Na Cidade do Vaticano

  • Andrew Medichini/AP

    O papa Francisco acena para fiéis após cerimônia de beatificação de Paulo 6º, na praça São Pedro, no Vaticano

    O papa Francisco acena para fiéis após cerimônia de beatificação de Paulo 6º, na praça São Pedro, no Vaticano

O papa Francisco encerrou neste domingo (19) uma assembleia de bispos católicos que revelou as profundas divisões sobre como tratar homossexuais e pessoas divorciadas, dizendo que a Igreja não deve temer mudanças e novos desafios.

Franscisco, que já disse querer uma Igreja mais misericordiosa e menos rígida, fez seus comentários em um sermão para cerca de 70 mil pessoas na praça de São Pedro, no cerimonial de encerramento do encontro de duas semanas, conhecido como sínodo.

As sessões do encontro terminaram na noite de sábado com um documento final que reverteu a aceitação histórica dos gays pela Igreja, um resultado que alguns progressistas vêem como um retrocesso para o papa Francisco.

Na missa, ele beatificou o papa Paulo 6º, que morreu em 1978. Com a beatificação, o pontífice mais conhecido pela conclusão das reformas do 2º Concílio do Vaticano e que consagrou a proibição da Igreja sobre a contracepção, ficou mais próximo da santificação.

Depois que um esboço do documento final do sínodo foi lançado na segunda-feira, os bispos conservadores prometeram alterar os termos sobre homossexuais, coabitação e novo casamento, dizendo que iriam criar confusão entre os fiéis e que ameaçavam prejudicar a família tradicional.

O papa Francisco dedicou a maior parte de seu sermão ao sínodo, que abordou temas como o homossexualismo, divórcio, novo casamento e casais do mesmo sexo, antes de um encontro definitivo em outubro, depois de discussões no nível local ao redor do mundo.

"Deus não teme coisas novas. É por isso que ele está continuamente nos surpreendendo, abrindo nossos corações e nos guiando em caminhos inesperados", disse o papa em seu sermão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos