Homens armados matam quatro em encontro xiita em Karachi

KARACHI, Paquistão (Reuters) - Homens armados em motocicletas mataram pelo menos quatro pessoas neste sábado em uma reunião religiosa de muçulmanos xiitas em Karachi, maior cidade do Paquistão, informou a polícia, no mais recente ataque reivindicado pela facção Al Alami do grupo militante sunita Lashkar-e-Jhangvi.

O tiroteio ocorreu no bairro de Nazimabad, que fica na região norte da metrópole de mais de 18 milhões de pessoas, onde a violência sectária, étnica e política é comum.

A facção Al Alami do Lashkar-e-Jhangvi, que tem como alvo os xiitas e forças de segurança do Paquistão, matou mais de 60 cadetes da polícia na cidade de Quetta na segunda-feira, num ataque em conjunto com o Estado Islâmico.

Desta vez, contudo, disse que realizou o ataque por conta própria.

"O Lashkar-e-Jhangvi Al Alami aceita a responsabilidade pelos mortos neste ataque e anunciamos que não há espaço para os inimigos dos companheiros do profeta Maomé no Paquistão", disse o porta-voz do grupo, Ali bin Sufyan, em um declaração.

Chefe da polícia provincial, Allah Dino Khwaja afirmou a repórteres que homens em duas motos dispararam contra as pessoas no encontro.

Quatro pessoas morreram e outras três ficaram feridas, disse Nasir Aftab, um policial sênior.

Muçulmanos xiitas representam cerca de 20 por cento dos 190 milhões de habitantes do Paquistão e ataques sectários contra eles, incluindo bombardeios e ataques direcionados, tornaram-se cada vez mais comuns nos últimos anos.

(Por Syed Raza Hassan)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos