Regulador de privacidade do Reino Unido ameaça Facebook com ação sobre dados do WhatsApp

BRUXELAS (Reuters) - O órgão regulador de privacidade britânico ameaçou o Facebook com uma ação de execução se a rede social usar dados do WhatsApp sem conhecimento dos usuários, acrescentando que a empresa tinha concordado em suspender a utilização de dados dos usuários britânicos.

O Escritório do Comissariado de Informação (ICO, na sigla em inglês) disse em agosto que iria monitorar a primeira mudança de política de privacidade do WhatsApp desde que foi adquirido pelo Facebook, sob a qual compartilhará dados dos usuários com sua empresa controladora.

"Nós acreditamos que os consumidores merecem um nível maior de informação e proteção, mas até o momento o Facebook não concordou", disse a chefe do ICO, Elizabeth Denham, em comunicado.

(Por Julia Fioretti)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos