Avião com time da Chapecoense cai na Colômbia e deixa 76 mortos

Por Julia Symmes Cobb e Luis Jaime Acosta

BOGOTÁ (Reuters) - O avião que levava o time da Chapecoense à Colômbia para a disputa da final da Copa Sul-Americana caiu em uma região montanhosa, deixando 76 mortos entre as 81 pessoas a bordo, informou a polícia colombiana nesta terça-feira.

"Foram resgatadas seis pessoas com vida, mas infelizmente uma faleceu. O restante dos ocupantes lamentavelmente faleceu. O balanço trágico é de 76 vítimas fatais", disse o general José Gerardo Acevedo, comandante regional da polícia.

O avião levava jogadores, equipe técnica e funcionários da equipe de Chapecó (SC), além de jornalistas que iriam cobrir o jogo da equipe pela final da Copa Sul-Americana na quarta-feira, em Medellín, contra o Atlético Nacional.

As más condições do clima só tornaram possível o acesso ao local do acidente por via terrestre, segundo autoridades do aeroporto de Medellín, onde o avião fretado deveria ter pousado.

Posteriormente o aeroporto afirmou que as buscas tinham sido suspensas por causa da chuva forte na região.

Fotos dos destroços do avião foram publicadas no Twitter pela mídia local da Colômbia, enquanto a imprensa brasileira disse que 21 jornalistas também estavam a bordo da aeronave.

O serviço de acompanhamento de voos Flightradar24 disse no Twitter que o último sinal do voo 2933 foi recebido quando o avião estava a 15.500 pés, a cerca de 30 quilômetros do destino, que ficam a 7.000 pés de altitude.

O avião Avro RJ85 foi fabricado por uma empresa que atualmente faz parte da britânica BAE Systems

"Esta noite foi registrado que um avião oriundo do aeroporto Viru Viru, em Santa Cruz, na Bolívia, que deveria ter pousado no aeroporto José Maria Cordova (Medellín), perdeu contato", disse o diretor da agência de resposta a desastres da província de Antioquia, Mauricio Parodi, a repórteres.

A Chapecoense, time da cidade de Chapecó no interior de Santa Catarina, disputaria na quarta-feira a final da Copa Sul-Americana. Essa é a primeira vez que o time chega à final de uma competição internacional.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) suspendeu a partida e todas as suas atividades devido ao acidente.

Em uma nota oficial, o clube disse que não fará comentários oficiais até receber mais informações das autoridades colombianas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos