Empresas chinesas enfrentarão concorrência para manter papel em campos petrolíferos iranianos

DUBAI (Reuters) - O Irã planeja pedir a companhias internacionais de petróleo que façam lances para a segunda fase de desenvolvimento de seus campos petrolíferos Yadavaran e Azadegan Norte, disse o chefe adjunto da National Iranian Oil Company (NIOC), Gholamreza Manouchehri.

Isso significa que as empresas chinesas China National Petroleum Corp (CNPC) e Sinopec, que têm desempenhado um papel de liderança no desenvolvimento dos campos até agora, terão que competir com outras companhias se quiserem manter essa posição.

"A CNPC gostaria de estender seu contrato referente ao Azadegan Norte, mas anunciamos que ... eles deveriam participar de licitação para um novo contrato", disse Manouchehri, segundo a agência estatal de notícias IRNA.

"Os chineses finalmente aceitaram essa proposta", acrescentou.

Ele não deu detalhes sobre o momento do certame.

O presidente Hassan Rouhani lançou oficialmente as primeiras fases dos campos Yadavaran e Azadegan Norte, bem como o campo Yaran Norte em novembro, num momento em que o país aumenta sua produção após o levantamento de sanções.

(Redação em Dubai)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos