Rússia pede a Conselho de Segurança da ONU que endosse cessar-fogo na Síria

Por David Ingram

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - A Rússia exortou o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta sexta-feira a dar sua bênção a um frágil cessar-fogo na Síria, a terceira trégua adotada neste ano visando um fim aos quase seis anos da guerra síria.

O Conselho de Segurança se reuniu a portas fechadas durante uma hora para analisar a resolução proposta, que endossa o cessar-fogo que a Rússia e a Turquia anunciaram na quinta-feira.

    É possível que ocorra uma votação já no sábado, embora membros do conselho tenham recomendado mudanças no esboço, que provavelmente será revisado, disse o embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin, a repórteres após a reunião.

    "Acho que essas acomodações podem ser absorvidas facilmente no esboço", disse.

    Não ficou claro de imediato se a resolução terá um apoio amplo. O texto será estudado atentamente de sexta-feira para sábado, disse um diplomata ocidental, falando sob condição de anonimato.

    Confrontos, bombardeios e ataques aéreos ocorridos no oeste da Síria prejudicaram a trégua nesta sexta-feira pouco depois de sua entrada em vigor à meia-noite local, e os episódios de violência pareciam se agravar com o passar das horas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos