Lucro líquido da Minerva cai 81,5% no 4º tri, para R$12,3 mi

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - A Minerva teve lucro líquido de 12,3 milhões de reais no quarto trimestre, queda de 81,5 por cento em relação ao mesmo período de 2015.

A Minerva apurou geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 249,9 milhões de reais, recuo de 25,8 por cento na comparação anual.

A receita bruta caiu 5,5 por cento na mesma base, para 2,729 bilhões de reais. Conforme material de divulgação do balanço, o mercado interno gerou 43,3 por cento do faturamento bruto, o equivalente a 1,182 bilhão de reais, alta de 29,5 por cento sobre o valor observado no último trimestre de 2015. No exterior, por outro lado, houve baixa de 21,7 por cento, para 1,547 bilhão de reais.

Em termos líquidos, a receita da Minerva foi de 2,556 bilhões de reais, 7,2 por cento menor ante igual intervalo de 2015.

O custo das mercadorias vendidas caiu 1,6 por cento na mesma base, para 2,099 bilhões de reais, o equivalente a 82,1 por cento da receita líquida. Já as despesas com vendas encolheram 37,2 por cento, para 137,7 milhões de reais, enquanto as gerais e administrativas cresceram 10,4 por cento, para 88,5 milhões de reais.

O resultado financeiro da Minerva ficou negativo em 222,6 milhões de reais no quarto trimestre, ante 213,9 milhões de reais negativos no último trimestre de 2015.

A empresa investiu 60,8 milhões de reais entre outubro e dezembro, sendo 43,8 milhões de reais em manutenção das operações e 17 milhões de reais em melhorias de operações, elevando para 220,2 milhões de reais o total desembolsado em 2016.

Ao fim do ano passado, a Minerva tinha uma dívida total de 6,828 bilhões de reais (1,397 bilhão de reais de curto prazo e 5,431 bilhões de reais de longo prazo), cifra 2,6 por cento menor em relação ao término de 2015.

Já a dívida líquida foi reduzida em 19,6 por cento, para 3,4 bilhões de reais. Com isso, a alavancagem medida pela relação dívida líquida sobre Ebitda caiu para 3,4 vezes, de 4,1 vezes no final do quarto trimestre do ano anterior.

(Por Gabriela Mello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos