Alemanha celebra seis dias de carnaval apesar de reforço na segurança

COLÔNIA, Alemanha (Reuters) - Foliões em trajes de palhaço e perucas deram início a seis dias de alegria nesta quinta-feira com o Weiberfastnacht ou "carnaval das mulheres", tradicionalmente o dia em que as mulheres assumem prefeituras e simbolicamente "castram" homens cortando suas gravatas.

As festividades de Carnaval começaram exatamente às 11h11 em Colônia e outras partes católicas da Alemanha, apesar do clima tempestuoso e de alta segurança após um ataque islâmico em um mercado de Natal em Berlim, em dezembro, que matou 12 pessoas.

Em Mainz, o chefe da polícia Achim Zahn apelou aos carnavalescos para que usassem o bom senso e evitassem vestir-se como terroristas suicidas com cintos explosivos, informou o site alemão Strand Journal.

Perucas e máscaras representando Donald Trump estavam em alta demanda em toda a Alemanha, onde as atividades de Carnaval tradicionalmente ironizam os políticos.

Susanne Mueller, diretora da Festartikel Mueller, uma empresa bávara que fabrica fantasias de festa, disse à Reuters que cerca de 30 por cento da produção de perucas da empresa foi dedicada ao penteado louro do presidente norte-americano este ano.

(Reportagem de Andrea Shalal)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos