Homens armados matam 23 cristãos a caminho de mosteiro no Egito, diz governador

CAIRO (Reuters) - Homens armados atacaram cristãos coptas que estavam a caminho de um mosteiro no sul de Cairo nesta sexta-feira, matando 23 e deixando 25 feridos, informou o governador da província egípcia de Minya, Essam al-Bedaiwy.

O grupo estava viajando em dois ônibus e uma caminhonete através da província, que abriga uma comunidade de tamanho considerável da minoria cristã, disse.

Os cristãos coptas, que representam cerca de 10 por cento da população de 92 milhões do Egito, foram alvo de uma série de ataques letais em meses recentes.

Aproximadamente 70 pessoas foram mortas em ataques com bombas em igrejas nas cidades de Cairo, Alexandria e Tanta desde dezembro.

Esses ataques foram reivindicados pelo Estado Islâmico. Ainda não houve nenhuma declaração de responsabilidade pelo ataque desta sexta-feira.

(Reportagem de Ahmed Aboulenein)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos