Realeza espanhola visita o Reino Unido para consolidar laços antes do Brexit

LONDRES (Reuters) - O rei Felipe e a rainha Letizia da Espanha iniciaram nesta quarta-feira uma visita de Estado ao Reino Unido repleta de pompa para consolidar laços abalados pelas dúvidas a respeito do futuro de Gibraltar, um território britânico no extremo sul espanhol, depois da desfiliação britânica da União Europeia, o chamado Brexit.

Em pronunciamento no Parlamento, em Londres, o rei Felipe afirmou que ambos países superaram "estranhamentos, rivalidades e disputas" no passado.

"Eu estou certo que a superação das diferenças será ainda maior no caso de Gibraltar e eu estou confiante que, por meio de nosso diálogo e esforços necessários, nossos dois governos serão capazes de trabalhar em entendimentos aceitáveis para todos os envolvidos", disse.

Os membros da realeza espanhola irão se hospedar no Palácio de Buckingham durante a visita adiada duas vezes –uma por causa de uma crise política na Espanha em 2016 e outra que coincidiria com uma eleição antecipada que a primeira-ministra britânica, Theresa May, convocou em maio.

Acertada antes de o Reino Unido decidir sair da UE por meio de um referendo em junho do ano passado, a visita de Estado espanhola de três dias, a primeira em 31 anos, ocorre poucos meses depois do ressurgimento de uma disputa já antiga por Gibraltar, a "Rocha" capturada pelos britânicos em 1704 que a Espanha quer de volta.

A UE e o Reino Unido tampouco combinaram as garantias para cidadãos do bloco que vivem em solo britânico e expatriados britânicos que moram em outros países da UE. Mais de 300 mil britânicos vivem na Espanha.

O casal real espanhol tinha na agenda almoço em Buckingham nesta quarta-feira com a rainha Elizabeth e seu marido, o príncipe Philip, um chá da tarde em Clarence House, a residência do príncipe de Gales em Londres, e um banquete de Estado.

Felipe, que aproveitou um discurso na Organização das Nações Unidas (ONU) para convidar o Reino Unido a "encerrar o anacronismo colonial de Gibraltar", se encontrará com May em seu escritório de Downing Street, na quinta-feira.

O futuro de Gibraltar, que tem 30 mil habitantes, deve ser um grande ponto da discórdia nas conversas do Brexit. A UE irritou o Reino Unido e Gibraltar em abril ao insinuar que a Espanha tem direito de veto sobre o relacionamento pós-Brexit do território com o bloco.

         (Por Kylie Maclellan e Elizabeth Piper)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos