EUA proíbem viagens à Coreia do Norte a partir de 1º de setembro; americanos devem deixar o país

Em Washington

  • Jon Chol Jin/ AP

    O americano Otto Warmbier morreu após ficar preso na Coreia do Norte

    O americano Otto Warmbier morreu após ficar preso na Coreia do Norte

Uma restrição de viagens de portadores de passaporte norte-americano para a Coreia do Norte entrará em vigor em 1º de setembro e norte-americanos no país devem sair antes desta data, informou nesta quarta-feira (2) o Departamento de Estado norte-americano.

Jornalistas e trabalhadores humanitários podem solicitar exceções à restrição, informou o departamento em nota pública.

O governo dos EUA informou no mês passado que irá proibir norte-americanos de viajarem à Coreia do Norte por conta do risco de ?detenção de longo prazo? no país.

A restrição acontece em um momento de tensões elevadas entre os EUA e Coreia do Norte, que tem trabalhado para desenvolver um míssil capaz de levar uma ogiva nuclear capaz de atingir os EUA.

A Coreia do Norte irá se tornar o único país para o qual norte-americanos são impedidos de viajar.

O estudante norte-americano Otto Warmbier, sentenciado no ano passado a 15 anos de trabalho forçado na Coreia do Norte, voltou aos EUA em coma em 13 de junho após ser libertado por razões humanitárias, e morreu em 18 de junho. As circunstâncias em torno da morte ainda não são claras, incluindo o motivo de Warmbier ter entrado em coma.

A Coreia do Norte informou através de sua mídia estatal que a morte de Warmbier foi "um mistério" e rejeitou acusações de que ele teria morrido como resultado de tortura e agressões na prisão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos