"Rei da cocaína" italiano é preso no Uruguai após 23 anos foragido

Isla Binnie

Em Roma

  • Italian Police via AP

Rocco Morabito, um dos criminosos mais procurados da Itália condenado por associação com a máfia, tráfico de drogas e outros crimes graves, foi preso no Uruguai, após 23 anos foragido, informou nesta segunda-feira o Ministério do Interior italiano.

Morabito era considerado o principal fugitivo entre os membros da 'Ndrangheta, organização mais poderosa do crime organizado italiano. O grupo é um dos principais importadores da cocaína produzida na América do Sul.

O criminoso italiano, de 50 anos, foi preso na cidade litorânea de Punta del Este depois que as polícias e autoridades uruguaias e italianas trabalharam em conjunto para determinar sua verdadeira identidade, disse o ministério em comunicado.

Carabinieri via AP
Morabito em foto sem data

Conhecido como "rei da cocaína de Milão", Morabito era procurado desde 1994, quando foi descoberto pagando 8 milhões de dólares para importar quase uma tonelada da droga, de acordo com o jornal italiano Corriere della Sera.
 
Um mandado internacional de prisão foi emitido em 1995 com o objetivo de encontrá-lo e extraditá-lo para a Itália, onde já foi condenado a 30 anos de prisão.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos